sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Herdeiros de Deus

     Muitas vezes passamos por momentos difíceis em nossas vidas. Algumas vezes nos sentimos inferiores, indignos, pequenos. Inúmeros são os motivos que nos levam a ter este tipo de sentimentos: uma rejeição feita por pessoas que amamos, uma repreensão, o fato de não sermos compreendidos, o fato de não pertencermos a determinada classe social, o fator financeiro, uma enfermidade, ou mesmo por não fazermos parte de uma determinada família, que julgamos ser mais importante que a nossa.
     Mesmo em meio a tantos sentimentos negativos que podem permear a nossa mente, gostaria de enfatizar que a Bíblia nos afirma algo muito valioso, em relação a quem somos, e a que família pertencemos, que está escrito em Gálatas 3:29 “ E, se sois de Cristo, então sois descendência de Abraão, e herdeiros conforme a promessa.” De posse desta promessa, entendemos que a partir do momento em que aceitamos a Cristo, automaticamente passamos a pertencer à família de Cristo. Somos descendentes e herdeiros conforme a promessa que nos foi dada. Em João 1:12 está escrito: “Mas, a todos quantos receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome.” Esta passagem põe abaixo a afirmativa de que “todos são filhos de Deus”, uma vez que para se tornar filho é necessário receber a Jesus e crer no Seu nome. Mas ao mesmo tempo, esta passagem nos alegra, pois afirma que de agora em diante pertenceremos à esta Família Real. Que maravilha é saber que existe um marco em nossas vidas: ANTES e DEPOIS de Jesus entrar em nosso coração. Em 2 Coríntios 5:17 diz que “se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram e eis que tudo se fez novo.” Em Cristo, receberemos um novo nome, uma nova família, novas vestes (espirituais), um novo coração. Tudo se faz novo!
     Portanto, fique certo de uma coisa: tudo o que te faz sentir pequeno, incapaz, com sentimento de inferioridade e impotência, tudo pode fazer parte do ANTES. Apenas aceite a Jesus como o seu único e suficiente salvador Seja. Faça parte da nova família! Seja herdeiro da vida eterna, do Reino do Céu e de toda sorte de bênção que vem da parte do Senhor!
     Para enfatizar ainda mais esta certeza no seu coração, a Bíblia afirma em I Pedro 2:9 que “Vós sois geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz.”
     Não perca tempo! Passe hoje mesmo a fazer parte da família de Jesus. Seja herdeiro de Deus e co-herdeiro de Cristo. Deixe de ser criatura de Deus e passe a ser chamado Filho de Deus!
     Jesus nos ama, não quer nos ver abatidos, fracos ou pequenos. A obra que Ele tem em nossas vidas é grande, e aceitá-lo é apenas o começo.


     Que Deus abençoe grandemente a sua vida.


Sarah Dourado Gomes Lopes

terça-feira, 7 de setembro de 2010

GLS: Qual o perigo desta sigla?

     Na Primeira carta de Paulo aos Coríntios, no capítulo 6, verso 11 está escrito: “Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas me convêm. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma delas”.
 
     É lamentável, mas é verdade: “O mundo jaz no maligno” (I João 5:19). O pecado destrói, mata, corrompe, separa o homem de Deus e leva-o para o inferno.
 
     Há uma febre, algo que o mundo tem tentado, e infelizmente tem conseguido incutir na mente de muitos: a sigla GLS.

     Quanto ao homossexualismo, a Bíblia afirma que é pecado. Em Levítico 18:22 está escrito: “Com homem não te deitarás, como se fosse mulher; abominação é”. Quanto a isso PONTO FINAL.
 
     E quanto aos “Simpatizantes”? A Bíblia é clara: a luz não pode ter comunhão com as trevas (I Cor. 6:14). I Pedro 1:15,16 diz: “Mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver. Porquanto está escrito: Sede santos, porque eu sou santo.”

     Os “Simpatizantes” do pecado – não só o homossexualismo, pois aqui englobamos qualquer pecado – são aquelas pessoas que não praticam determinado pecado, mas o assiste, o admira, o acha comum ou apenas o “respeita”. Em nenhum momento vemos Jesus dizer que respeita determinado pecado, ou diz que é uma escolha de vida. Jesus amou os pecadores, tanto a ponto de dar sua própria vida para a salvação de todos os que O receberem.   Mas Jesus ABOMINOU o pecado, desde sempre.

     Temos que tomar muito cuidado com esta terceira sigla: “S”, os Simpatizantes. Com que tipo de pecado você simpatiza? Que coisas se tornaram comuns pra você, a ponto de não mais achá-las erradas? Será a bebida ou outros vícios? Adultério? Fornicação? Imoralidade? Invejas? Idolatria? Ou quem sabe tornou-se conivente com o que tem visto em certos programas de TV? Ou tantos outros tipos de pecado, os quais nem cabem numa folha de papel. Não importa, já que Deus não classifica pecado por tamanho ou gravidade. Apenas diz que é pecado, e que leva o homem ao inferno, pronto. Em Efésios 4:27 está escrito: ”Não deis lugar ao diabo”. Se dermos lugar ao diabo, ele terá legalidade sobre a nossa vida, entrará e destruirá tudo o que vir pela frente, pois ele veio senão para,matar, roubar e destruir.
 
     Há muitos que simpatizam com o espiritismo, quando admiram um filme em que alguém, por amor, volta depois de morto. Há os que praticam a feitiçaria, pois lêem horóscopos, para saber a sorte do dia. Alguns praticam Ioga, para relaxar, mesmo sabendo que cada movimento que estão fazendo é para adorar aos diversos tipos de deuses que existem na cultura oriental. Outros são coniventes com a idolatria, quando abrem a boca e dizem “minha nossa senhora”. Estas pessoas, mesmo sendo conhecedoras da Verdade, simpatizam com a doutrina, filosofia ou ideologia de certos movimentos, mesmo sabendo que são contrárias à Palavra de Deus.
 
     E o que dizer a respeito dos que “simpatizam” com o Evangelho? Admiram, se tornam “gospel” e até aprendem a falar “crentês”, mas no fundo, não querem nenhum compromisso com o dono do Evangelho. Querem as bênçãos de Deus, mas não querem o Deus da bênção. Tomemos muito cuidado pra não nos enquadrarmos nesta categoria de simpatizantes.
     O que você tem achado que não é tão errado assim? Que tipo de erro tem adentrado em seu coração? No mais íntimo? O salmista disse ao Senhor: “Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece os meus pensamentos. Vê se há em mim algum caminho mau, e guia-me pelo caminho eterno.” (Salmo 139:23,24). Irmãos, devemos sempre fazer essa oração a Deus, pedindo para Ele sondar o nosso coração, os nossos pensamentos, e dizer-lhe que se há em nós algum caminho mal, que Ele venha a nos guiar pelo caminho reto, que O agrade. Não nos tornemos simpatizantes das coisas que desagradam a Deus. Que este seja um dos nossos propósitos com Deus: jamais nos conformarmos com o mundo! “E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus” (Romanos 12:2).

Por: Sarah Dourado Gomes Lopes

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Foto do culto realizado na praça. É uma bênção!

Amor Eros X Amor Ágape

    Amor Eros (Amor do Homem) X Amor Ágape (Amor de Deus)

     Os gregos definiam o amor humano como amor EROS: “desejo para mim mesmo o mais elevado, o melhor e o mais belo”.
     Já o amor de Deus é sublime, é o amor ÁGAPE. O amor Ágape não traça círculos, não exclui ninguém.
     Em Mateus 5:44-45, Jesus revela o seu amor Ágape, quando diz: “Amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem, para que sejais filhos do Vosso Pai que está nos céus. Ele faz que o sol se levante sobre maus e bons, e envia chuvas sobre justos e injustos.”
     Vemos que Deus ama a todos de igual modo, e nos instiga a amar os nossos inimigos e a orar por eles. E diz novamente em Lucas 6:35 “Amai os vossos inimigos, fazei o bem, emprestai sem nada esperardes. Então será grande o vosso galardão, e sereis filhos do Altíssimo, porque Ele é benigno até para com os ingratos e maus.”
     Ora, se Deus sendo perfeito ama a todos, até mesmo os que não o servem, porque é que nós, cheios de falhas, imperfeitos, queremos criticar os outros e nos julgarmos melhores do que o nosso próximo? Nosso dever é tão somente “amar”. Jesus amou o mundo inteiro a ponto de dar sua vida por nós, portanto, amou ao próximo “mais” do que a si mesmo. Porque não queremos seguir o mandamento de amar o próximo “como” a nós mesmos? Em nenhum momento Deus quer que amemos o próximo mais do que a nós mesmos, pois Deus não nos pede além daquilo que podemos fazer. Ele quer apenas que amemos numa medida “razoável”, ou seja, que não é impossível, da mesma maneira que nos amamos.
     Assim como água e óleo não se misturam, luz e escuridão também não se misturam. De igual modo, amor Eros e amor Ágape não se misturam. Quanto mais possuirmos características egocêntricas, estaremos dando mais lugar a esse amor humano. Quanto mais possuímos o amor de Deus em nós, damos mais lugar a Deus, e conseqüentemente nossas características humanas diminuirão.
     Sigamos o exemplo que Cristo, amemos uns aos outros, oremos pelos que nos perseguem. Deixemos de lado o amor EROSaquele amor egoísta, e busquemos o amor ÁGAPE, o amor sublime do Senhor.

Que Deus faça morada em seu coração!


Sarah Dourado Gomes Lopes